Deputados barrados vão depor na PF

Os deputados Raul Jungmann (PPS-PE) e Fernando Gabeira (PV-RJ) disseram ontem que foram convidados pela Polícia Federal a depor sobre o incidente da última quarta, no Senado, quando foram impedidos por seguranças de entrar na sessão que decidiu pela absolvição de Renan Calheiros (PMDB-AL)."O Ministério Público e a Polícia Federal nos procuraram. Eu, pelo menos, vou prestar depoimento na próxima terça", disse Jungmann. Ele informou que o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), mandou ofício ao Senado para que a instituição apure o caso.Para Gabeira, o caso está encerrado. "Corpo-a-corpo com segurança eu faço desde menino. Não tenho nada a declarar", disse Gabeira, que acertou um soco "sem querer" em Tião Viana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.