Deputados ausentes vão perder mais de R$ 2 mil de seus salários

Os deputados ausentes nesta terça-feira na sessão da Câmara vão perder R$ 2.676,50 de seus salários. O presidente da Casa, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), colocou em prática a decisão da Mesa tomada no dia 12 de junho de só permitir justificativas de falta concedidas previamente pela Mesa, missões oficiais da Casa no exterior ou em caso de licença médica. Nesta terça-feira, 346 deputados registraram presença no painel eletrônico do plenário e 167 se ausentaram. O desconto da falta é calculado dividindo a quantidade de dias no mês em que há sessão com votação marcada (sessões deliberativas) pela parte variável do salário, R$ 8.029,50.Como haverá três dias de votação durante o esforço concentrado de agosto, cada dia de falta significa menos R$ 2.676,50 na conta do deputado. O mesmo vai ocorrer em setembro, quando a Câmara estará reunida em mais um esforço concentrado nos dias 4, 5 e 6.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.