Deputados que são alvos da Lava Jato estão menos governistas

Parlamentares reeleitos são hoje menos fiéis ao governo Dilma se comparado ao primeiro ano do primeiro mandato da presidente

O Estado de S. Paulo

02 Novembro 2015 | 03h00

Todos os 21 deputados reeleitos que são investigados pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, são hoje menos governistas do que em 2011, no primeiro ano do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff. 

Do grupo de parlamentares investigados, 19 integram o PP, um o PT e um o PMDB. Apesar de serem menos fiéis, a maioria (15) continua votando mais com o governo do que com a oposição.

Total. Dois de cada três dos 299 deputados reeleitos estão hoje menos governistas do que em 2011, no começo do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff. Desse contingente de três centenas, 40 trocaram de lado: votam agora mais com a oposição do que com o governo. Os demais apenas ficaram menos fiéis ao Palácio do Planalto.

Mais conteúdo sobre:
Câmara Dilma Rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.