Deputados ajudam a adiar votação de relatório contra Brant

O relatório do deputado Nelson Trad (PMDB-MS), pela cassação do deputado Roberto Brant (PFL-MG)será votado pelo Conselho de Ética somente na próxima semana. Os deputados Benedito de Lira (PP-AL), Fernando de Fabinho (PFL-BA) e Moroni Torgan (PFL-CE) pediram vista do processo. Será necessário agora um intervalo de duas sessões plenárias para que o processo possa voltar à pauta do Conselho. Para o relator, os fatos apurados no processo contra Brant são um "ilícito eleitoral", pelo recebimento e utilização de recursos doados pela Usiminas na campanha eleitoral de 2004, sem declaração de origem ou destinação na prestação de contas de campanha. Brant alega que não prestou contas da doação à Justiça Eleitoral porque acabou utilizando o dinheiro para pagar despesas partidárias, anteriores às eleições. O relatório poderá voltar ao Conselho na terça ou no máximo na quinta-feira da próxima semana

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.