Deputado vai ao STF contra trem da alegria

O deputado Augusto Carvalho (PPS-DF) impetrou ontem, no Supremo Tribunal Federal, mandado de segurança para suspender a tramitação, na Câmara, de duas propostas: a que efetiva funcionários públicos que entraram entre 1983 e 1988 e a que efetiva no local de trabalho servidores requisitados de outros órgãos há mais de três anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.