Deputado quer ouvir Gol e Azul sobre caso Palocci

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) quer explicações das empresas Gol Linhas Aéreas Inteligentes e Azul Linhas Aéreas Brasileiras sobre eventual contrato de consultoria com a empresa Projeto, do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, sobre quem pairam dúvidas a respeito do aumento do patrimônio. O deputado protocolou hoje requerimento na Comissão de Viação e Transporte em que convida representantes das duas empresas a prestar informações sobre esse assunto, com base em uma lista que circulou em sites na internet que incluía a Gol e a Azul entre os clientes da empresa de Palocci.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

24 de maio de 2011 | 16h11

"A sociedade está perplexa com a denúncia do aumento patrimonial atípico do ministro Palocci. Nesse momento, faz-se extremamente necessária a presença nesta comissão de empresas citadas, para que este Parlamento possa exercer sua atribuição fiscalizatória e esclarecer tão graves denúncias", argumentou.

No requerimento, Macris reproduz trecho dos sites de internet que listam empresas que teriam contrato com a Projeto, de Palocci. Além da Gol e da Azul, estão outras empresas que, segundo o deputado, não são relacionadas com o trabalho da comissão de Viação e Transporte e que, por isso, não foram incluídas em seu pedido de convite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.