Deputado quer ajuda dos EUA

Insatisfeita com a demora da Polícia Federal (PF) em decodificar os arquivos digitais apreendidos do banqueiro Daniel Dantas, a CPI dos Grampos estuda requisitar os discos rígidos (HDs) dos computadores do grupo do qual ele é sócio fundador, o Opportunity. Em poder da PF desde 2005, confiscados na Operação Chacal, os HDs ainda não foram analisados, primeiro por proibição judicial e agora porque a PF alega dificuldade técnica em decodificar os dados, que estão criptografados.O deputado Raul Jungmann (PPS-PE) quer o auxílio do governo dos Estados Unidos para ajudar na decodificação dos dados. "Precisamos entrar no coração desse império e desvendar as ditas negociatas, escutas clandestinas e crimes atribuídos ao empresário", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.