Deputado protesta contra citação de Campos em delação

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) protestou nesta quarta-feira, 17, contra o fato de ter aparecido o nome do ex-candidato do PSB a presidente, Eduardo Campos, morto em acidente aéreo em Santos, no litoral de São Paulo, em agosto, em reportagens que relatariam os termos da delação premiada que é feita pelo ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa.

RICARDO BRITO, DAIENE CARDOSO E RICARDO DELLA COLETTA, Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2014 | 17h29

"Surgiu o nome de alguém que já morreu e que nem direito de se defender tem, não disputa eleições, não disputará eleições", afirmou Delgado, na sessão da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras. Ele pediu, mais uma vez, a Costa que revelasse os nomes dos envolvidos na delação.

Desde o dia 29, Costa tem prestado depoimentos à Justiça Federal do Paraná nos quais revela o suposto envolvimento de políticos no esquema de recebimento de propina em contratos da estatal no período em que foi diretor (2004-2012). O ex-diretor de Refino e Abastecimento se negou a falar.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI MistaPetrobraspaulo roberto costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.