Deputado pede ao STF suspensão da convenção do PMDB

O deputado federal Nelson Bornier (PMDB-RJ) pediu nesta quinta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) que determine a suspensão da convenção do partido, marcada para sábado, em Brasília. O congressista alega que o local designado para a realização da assembléia - o auditório Petrônio Portela, no Senado - torna evidente a manobra para "tolher e restringir a presença de convencionais". "A evidente estratégia adotada pela ala conservadora do partido exibe a ilegalidade e abuso de poder do ato quando se percebe que adotada em flagrante desrespeito às normas internas do Senado", afirma o congressista. Uma dessas normas é a que regulamenta a cessão a terceiros das áreas do Senado e prevê que a lotação máxima do auditório é de 494 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.