Deputado Marchezan morre de enfarte em fazenda

O deputado federal Nelson Marchezan (PSDB-RS) morreu nesta segunda-feira no interior do Rio Grande do Sul, aos 63 anos. Ele sentiu-se mal quando descansava em sua fazenda, no município de Pântano Grande. Socorrido pela família, chegou morto ao Hospital dos Passos, em Rio Pardo. Atualmente, Marchezan estava empenhado em comandar a campanha presidencial de José Serra no Rio Grande do Sul, negociando apoios que pudessem ampliar a base de sustentação ao PSDB no Estado.Advogado formado pela Universidade Federal de Santa Maria, Marchezan elegeu-se vereador pelo Partido Democrata Cristão em 1960, aos 21 anos, em Santa Maria, onde nasceu. Dois anos depois tornou-se deputado estadual. Em 1966 filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), continuando, em sucessivas eleições, a ocupar uma cadeira na Assembléia Legislativa até 1974, quando elegeu-se deputado federal pela primeira vez. Convidado a ser vice-presidente de Tancredo Neves, preferiu continuar como líder do governo João Figueiredo até o fim. José Sarney aceitou o cargo e acabou tornando-se presidente com a morte de Tancredo Neves. Em 1995 rompeu com Paulo Maluf e saiu do PPR.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.