Deputado João Herrmann é suspenso pelo PDT

O direção nacional do PDT divulgou nota oficial para comunicar a suspensão do deputado federal João Herrmann Neto (SP), até que sejam encerradas as investigações sobre depósitos feitos para o parlamentar pela empresa de transporte de cargas Beta. Os depósitos, de R$ 3 mil mensais, entre março de 2003 e março de 2005, somaram R$ 79 mil e foram descobertos pela CPI dos Correios, durante a análise dos dados da quebra de sigilo da empresa.A Beta é suspeita de irregularidades, em parceria com a transportadora Skymaster, em licitações dos Correios. Na nota do PDT, assinada pelo presidente do partido, Carlos Lupi, a direção anuncia que a suspensão de Herrmann vai durar "até a completa elucidação dos fatos, garantindo-lhe o amplo direito de defesa".Caso sejam confirmadas as suspeitas de envolvimento indevido do parlamentar com a Beta, a direção do PDT anuncia que "tomará as medidas estabelecidas no estatuto", mas não especificou quais são.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.