Deputado investigado por CPI se afasta da Mesa da Câmara

O quarto secretário da Mesa da Câmara, deputado João Caldas (PL-AL), avisou ao presidente da Casa, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que não participará das reuniões da Mesa enquanto durarem as apurações da CPI Mista dos Sanguessugas, que apura o esquema de superfaturamento de ambulâncias pagas com recursos da União.João Caldas é um dos deputados que estão sob investigação da CPI. Aldo cobrou indiretamente a mesma atitude do segundo secretário Nilton Capixaba (PTB-RO), também investigado. O presidente da Comissão, Antonio Carlos Biscaia, chegou a pedir o afastamento dos dois da mesa da Câmara."Não obtive ainda a mesma comunicação do deputado Capixaba", disse Rebelo. "Acho adequado reunir a mesa e deliberar com mais amplo poder e mais liberdade entre os seus integrantes", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.