Deputado Hugo Leal é novo relator do caso Edmar Moreira

Ele foi um dos nove deputados que votou contra a cassação do deputado dono do castelo no Conselho de Ética

Agência Brasil,

01 de julho de 2009 | 16h55

O deputado Hugo Leal (PSC-RJ) foi nomeado relator do processo contra o deputado Edmar Moreira (sem partido-MG) no Conselho de Ética. Hugo Leal, que foi um dos nove deputados que votou contra o parecer do deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), deve apresentar parecer pelo voto vencedor que pede a absolvição.

 

Entretanto, antes de ser nomeado relator, Hugo Leal defendeu uma pena alternativa para o deputado Edmar Moreira.

 

Veja Também:

especialPerfil: Quem é Edmar Moreira, dono do castelo

lista Todas as notícias sobre o caso Edmar Moreira

documento Fac-símile: 'Estado' publica matéria sobre o caso em 1993

 

O deputado Nelson Meurer (PP-SC) contestou a escolha de Leal para a relatoria com o argumento de que ele já havia manifestado sua posição favorável a uma pena alternativa. De acordo com Meurer, o conselho já absolveu Edmar Moreira e, portanto, não cabe uma pena alternativa. Também o professor Rui Paulletti (PSDB-RS) que votou pela cassação de Moreira discordou da escolha de Leal. Segundo ele, deveria ser nomeado para relator do caso um parlamentar que proponha a absolvição já que o conselho rejeitou o parecer pela cassação.

 

O presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PR-BA), convocou uma reunião do conselho para as 13 horas da próxima quarta-feira para votação do novo parecer do caso.

 

Edmar Moreira é acusado de uso indevido da verba indenizatória, recurso a que cada deputado tem direito, no valor mensal de R$ 15 mil. O deputado usou a verba para pagamento de serviços de segurança a empresas de sua propriedade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.