Deputado federal Domingos Dutra (MA) anuncia saída do PT

Um dos fundadores do PT, Dutra deixará a sigla por não concordar com o apoio ao clã Sarney no Maranhão; destino deve ser a Rede Sustentabilidade

Guilherme Waltenberg - O Estado de S. Paulo,

05 de agosto de 2013 | 20h04

Um dos fundadores do PT, o deputado federal Domingos Dutra (MA) anunciou nesta segunda-feira, 5, que deixará o partido até o dia 4 de outubro. Dutra justificou sua saída dizendo ser contrário à aliança do PT com o senador José Sarney (PMDB-AP). "Disse (ao partido) que, se o PT deixasse de apoiar o Sarney, não sairia, mas o partido continua no curral do Sarney. E não vejo perspectiva de mudança, por isso anunciei a saída", afirmou. "Saio até o dia 4 de outubro", emendou.

O anúncio de Dutra foi feito durante a edição do movimento Diálogos pelo Maranhão no município de Milagres do Maranhão. O deputado se emocionou quando confirmou a saída da sigla.

Desde fevereiro deste ano, Dutra tem ajudado Marina Silva na construção do seu partido, a Rede Sustentabilidade. Desde então, ele disse ter dado uma série de indicativos de que deixaria o PT. Em entrevista ao Broadcast Político, ele lembrou já ter afirmado que, caso não houvesse o rompimento com o clã Sarney, estaria de "malas prontas" para sair. "Agora, estou ajudando a criar a Rede", ressaltou.

Apesar de ter anunciado a decisão, Dutra disse que é "difícil" romper sua história com o PT. "Estou sendo obrigado a isso. Não é fácil romper a história de três décadas de construção do partido. É incompatível a minha permanência com o PT subjugado à essa oligarquia", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
DutraPTDeputadoMaranhãoSarney

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.