Deputado estadual de Rondônia é acusado de sonegação

O deputado estadual de Rondônia, Miguel Sena Filho (PV), e mais duas pessoas, foram denunciados pela Procuradoria Regional da República da 1ª Região por não terem recolhido as contribuições previdenciárias ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na época em que dirigiam a Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd). Raimundo Marcelo Ferreira, Armando Nogueira Leite e o deputado estadual estavam na direção da companhia no período de 2003 a 2007, sendo responsáveis, entre outras atribuições, pelo recolhimento do imposto previdenciário.A sonegação foi verificada durante auditoria da Delegacia da Receita Previdenciária na Caerd em Porto Velho e foi constatado que a empresa tem dívidas previdenciárias de 2001 a 2006, somando mais de R$ 19 milhões. A denúncia aguarda agora a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Se condenados, os acusados poderão cumprir pena de dois a seis anos de reclusão. acusar

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.