Deputado e ex-ministro ainda frequenta Planalto

O deputado e ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci nunca deixou de frequentar o Palácio do Planalto, mesmo depois de sua queda, em março de 2006. Amigo do presidente Lula, Palocci é sempre chamado para opinar sobre medidas econômicas e não há anúncio importante que não passe pelo seu crivo. Lula avalia que o ex-homem forte da economia pode ser um bom candidato ao governo paulista. Apesar das restrições ao deputado, apontadas em pesquisas, o presidente argumenta que Palocci tem tudo para conquistar a classe média, levando na bagagem o ajuste fiscal do primeiro mandato. Além disso, no diagnóstico do presidente, Palocci tem jeito de bom moço e trânsito no meio empresarial.Pragmático, Lula está de olho nas pesquisas para verificar a melhor forma de reabilitar o ex-ministro na cena política. O presidente até hoje é grato a Palocci, que idealizou a Carta ao Povo Brasileiro, divulgada em junho de 2002. Na época, ele era coordenador do programa de governo de Lula e a carta ajudou a acalmar o mercado.

Vera Rosa, O Estadao de S.Paulo

28 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.