Deputado dono do castelo vai depor na 4ª no Conselho de Ética

Edmar Moreira é suspeito de mau uso da verba indenizatória; relator já disse que não vê motivos para cassá-lo

Luciana Nunes Leal, de O Estado de S. Paulo,

07 de maio de 2009 | 13h04

O deputado Edmar Moreira (sem partido-MG), processado por quebra de decoro parlamentar, informou nesta quinta-feira, 7, ao Conselho de Ética da Câmara que prestará depoimento ao colegiado na próxima quarta-feira. Edmar, conhecido pelo castelo avaliado em R$ 25 milhões que construiu na zona da mata mineira e agora está em nome dos dois filhos, é suspeito de ter se apropriado indevidamente de recursos da verba indenizatória.

 

Veja também:

linkRelator quer livrar deputado dono do castelo: 'Estou me lixando para opinião pública'

especialPerfil: Quem é Edmar Moreira, dono do castelo

lista Todas as notícias sobre o caso Edmar Moreira

documento Fac-símile: 'Estado' publica matéria sobre o caso em 1993

 

O deputado marcou a data do depoimento um dia depois de o relator do processo no conselho, Sérgio Moraes (PTB-RS), ter dito que não vê motivos para condenar o colega à cassação do mandato. Moraes disse também que está "se lixando para a opinião pública".

 

Na manhã desta quinta, o relator discursou no plenário e disse que não será "avalista" das "mentiras" da imprensa sobre o deputado Edmar Moreira. "A minha conduta política - 7 mandatos - não será desmanchada por um, dois ou três jornais que não pagam impostos, por redes (de TV) que usam o trabalho infantil nas telenovelas. Não têm moral para me puxar a orelha", discursou Moraes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.