Deputado dono de castelo renuncia a cargo na Câmara

O deputado Edmar Moreira (DEM-MG), corregedor da Câmara dos Deputados e 2ª vice-presidente da Casa, comunicou, na noite de hoje, por telefone, sua renúncia ao recém empossado presidente da Câmara, deputado Michel Temer(PMDB-SP). Temer, que está em São Paulo, agora espera receber, via fax, o documento no qual Moreira comunica sua renúncia.O deputado foi denunciado à Justiça pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, por suspeita de se apropriar ilegalmente de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) feita por seus empregados de empresa de vigilância. Outro fato, no entanto, chamou mais a atenção dos parlamentares e tornou insustentável sua situação: a suspeita de não ter declarado à Justiça Eleitoral a propriedade de um castelo de estilo medieval, no valor de quase R$ 25 milhões, no Distrito de São João de Nepomuceno, na Zona da Mata mineira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.