Deputado do PSDB pede extradição de Battisti ao STF

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), vai analisar uma ação popular apresentada pelo deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR), pedindo a suspensão e a anulação do ato da Presidência da República que rejeitou a extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti. Na ação, o deputado argumenta que a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) causa "grave crise diplomática com o governo da Itália".

AE, Agência Estado

07 de janeiro de 2011 | 13h53

O deputado tucano lembra que a permanência de Battisti no Brasil pode levar o caso à Corte Internacional de Haia e afetar um tratado comercial e militar "destinado a movimentar R$ 22,1 bilhões" entre os dois países. Ao reforçar que a extradição foi aprovada pelo STF, Francischini diz que a rejeição viola a moralidade administrativa por ser "movida por pauta puramente ideológica" e desrespeita tratados e convenções internacionais ratificados pelo Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
BattistiextradiçãoSTFPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.