Deputado diz que Lula é "bestalhão ou ladrão bonzinho"

"O governo Lula é uma fraude. É um engodo", declarou o deputado federal pernambucano Roberto Freire, pré-candidato a presidente da República pelo PPS. "Se o presidente Lula diz que não sabe de nada, então ele é um bestalhão. Ou então, ele é ladrão, mas é bonzinho", disse o deputado sobre as denúncias de corrupção no governo,ao discursar para correligionários.Roberto Freire está no Piauí para o lançamento do livro "Corrupção - Origens e uma visão de combate", do promotor Ruszel Lima Verde, filiado ao partido. O pré-candidato do PPS criticou a política econômica e a política social do governo do PT. "O governo é uma fraude. Aliou a esquerda a algo que nunca tinha acontecido na sua historia, que é uma ligação com a corrupção", assinalou Roberto Freire.Freire disse que lançou candidatura própria como alternativa. "Nós buscamos alianças para a formulação de um projeto alternativo ao que aí está. Não somos candidato para dar continuidade ao que está aí iniciado pelos tucanos e mantido por Lula", frisou.Um dos partidos que está no leque de alianças do PPS é o PMDB. "O PMDB tem uma história e se quiser ser digno dela, tem que se aliar à alternativa das esquerdas", comentou. O deputado informou que não quer generalizar esta impressão do PT para a militância nos estados. "Não podemos falar a mesma coisa nos Estados. Temos respeito pelos petistas, pela militância. Mas o governo federal é diferente", enfatizou.Sobre a verticalização, o presidenciável do PPS disse que isso é um abuso e uma violência contra a democracia brasileira. "As histórias tem que ser respeitadas em cada estados. Nós temos as nossas idiossincrasias e temos disputas tradicionais nos estados. Temos culturas distintas no país. Não se pode dizer que o que vale para o Brasil vai valer para cada estado. Precisa respeitar a autonomia nos estados e respeitar a autonomia dos partidos", comentou.

Agencia Estado,

06 de março de 2006 | 16h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.