Deputado diz que jogaria pedra em Lula no 1º de maio

Há dois dias o deputado Waldimir Costa (PMDB-PA) vem ocupando seu programa de rádio e de TV para dizer que jogaria pedra no presidente Luiz Inácio Lula da Silva, se ele participasse de manifestações públicas no Dia do Trabalhador. "Ele merece pedra por causa da falta de honradez, da falta de sensibilidade humana", afirmou o deputado, repetindo o que disse em seu programa diário na TV "Comando Geral".O deputado parabenizou em seu programa a segurança do presidente por ter recomendado que Lula não participe de manifestações populares no dia primeiro de maio. "Se ele for participar com esse aumento desgraçado que ele quer dar para o trabalhador brasileiro, é melhor nem sair de casa porque, até eu, como deputado federal, pego uma pedra e jogo no meio da careca dele", disse Costa. Para Costa, suas declarações não caracterizam um incitamento à violência contra o presidente. "Não disse para as pessoas jogarem pedra no Lula. Meu raciocínio partiu de uma recomendação da própria equipe do presidente", afirmou.Deputado federal de primeiro mandato, Costa é apresentador de programas de rádio e TV há 18 anos. Ele contou que também criticou o ministro da Cultura, Gilberto Gil, em seu programa. "Éum barraco que eu faço", disse, referindo-se ao seu programa que vai ao ar diariamente às 19h15 na TV e às 7h no rádio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.