Deputado distrital deve entregar renúncia na segunda

A carta de renúncia do deputado distrital Júnior Brunelli (PSC) está pronta, mas só deve ser entregue à Câmara Legislativa na próxima segunda-feira. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do deputado. Mais cedo, Leonardo Prudente (ex-DEM) renunciou ao cargo de deputado distrital para evitar a possibilidade de perder os direitos políticos. É pelo mesmo motivo que Brunelli deve abrir mão do mandato.

CAROL PIRES, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 19h38

A expectativa de renúncia dos dois deputados surgiu após a Comissão de Ética da Câmara Legislativa do Distrito Federal ter aberto processo disciplinar contra eles e também contra a deputada Eurides Brito (PMDB). Os três foram flagrados, em vídeo, recebendo dinheiro de suposta propina do esquema de corrupção conhecido como "Mensalão do DEM", investigado pela Operação Caixa de Pandora.

A deputada Eurides Brito, em contrapartida, tem afirmado que não só não deixará o cargo como também usará do processo na Comissão de Ética para se defender das denúncias. A assessoria da deputada já divulgou duas notas à imprensa desmentindo notícias de que ela pode renunciar. "O verdadeiro guerreiro não abandona a batalha, mesmo que seja morto no caminho", enfatizou Eurides, na nota.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoDFJúnior Brunellirenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.