Deputado custa R$ 60 mil ao mês, em Minas

A informação de que os deputados da Assembléia Legislativa de Minas recebem mensalmente R$ 60 mil, divulgada pela imprensa local com base na declaração de renda de um parlamentar que não quis se identificar, foi confirmada pelo vice-líder do PFL na Casa, Alberto Bejani. Segundo a reportagem do jornal Estado de Minas, embora o salário-base de um deputado estadual seja de R$ 6 mil, auxílios para moradia, para manutenção de gabinetes e compra de passagens, além de pagamentos por sessões extraordinárias e outros benefícios elevam o vencimento em pelo menos dez vezes. "Tudo isso é verdade", disse Bejani, lembrando apenas que sobre o montante pago há o desconto de 27,5% do imposto de renda. Apesar da confirmação, o deputado afirmou que considera o salário oficial e os complementos como necessários ao desempenho das funções de parlamentar, sobretudo em sua base eleitoral. "Eu, por exemplo, sem querer justificar, tenho ambulância, ginecologista, dentista, advogado, tudo pago por mim, para atender à população que está carente desse atendimento, que seria obrigação dos governos, tanto municipal, quanto estadual e federal", ressaltou. "Se caiu na minha conta, não devolvo", completou. O presidente da Assembléia, Antônio Júlio (PMDB), não contestou os números, mas assegurou que o total apontado não diz respeito a salários diretos e indiretos, mas sim à soma do vencimento oficial com recursos recebidos pelos deputados e gastos para manutenção dos mandatos. Júlio informou que os dirigentes da Assembléia estão em entendimentos com a Receita Federal no sentido de modificar a forma de cálculo de rendimentos dos deputados, para que o que é salário, de fato, seja separado dos complementos. Recentemente, a Mesa Diretora da Assembléia mineira informou que o pagamento dos deputados não superava R$ 18 mil, rebatendo declaração do presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), de que os parlamentares mineiros estariam recebendo no mínimo R$ 50 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.