PT/Divulgação
PT/Divulgação

Deputado Chico D'Ângelo anuncia desfiliação do PT

Parlamentares migrará para o PDT; janela de um mês para trocas de partidos começa nesta quarta-feira

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

06 Março 2018 | 22h46

BRASÍLIA - O deputado federal Chico D'Ângelo anunciou nesta terça-feira que se desfiliará do PT a partir desta quarta-feira, 7, quando começa a janela de um mês que permite a parlamentares trocarem livremente de partido sem risco de perda de mandato. Ele migrará para o PDT.  Segundo ele, a decisão foi tomada em conjunto com seu grupo político. 

+++ 5 a zero: Lula vê prisão mais perto

“Faço política em grupo e a maioria dessas pessoas, entre elas, o prefeito de Niterói (Rodrigo Neves) decidiu ir para o PDT que tem uma história com o Rio, com a hegemonia trabalhista de (Leonel) Brizola e Darcy Ribeiro. Isso tudo somado fez eu tomar essa decisão”, justificou o parlamentar ao Broadcast Politico

+++ 'Habemus candidato', diz Alckmin sobre 'vitória' por WO' nas prévias do PSDB

D’Angelo negou que esteja saindo do PT em razão dos desgastes que o partido sofreu desde o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e das condenações do ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva. “Foram quase 30 anos de PT. Só tenho boas recordações. Aqui foram anos de solidariedade com a bancada”, declarou. 

+++ Tentativa de incluir vereadores na janela partidária enfrenta forte resistência na Câmara

Apesar de perder um parlamentar, o PT ganhou outro: o deputado Celso Pansera (RJ), que se filiou hoje à sigla. Pansera deixou o MDB na esteira da crise que o partido vive no Rio de Janeiro após a prisão do ex-governador Sérgio Cabral e do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Jorge Picciani.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.