Deputado baiano compara ACM a Hitler

O deputado José Lourenço (PMDB-BA) fez, no plenário da Câmara, um duro discurso contra o presidente do Senado, Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), que ele considera responsável pela divulgação de conversas telefônicas entre parlamentares da Bahia, nas quais se insinua a compra de deputados que se transferiram do PFL para o PMDB, no fim do ano passado. Lourenço chamou o senador baiano de arrogante, ladrão, inescrupuloso, caluniador, traidor e truculento, e comparou-o ao líder nazista Adolf Hitler. Apoiado pelos deputados Leur Lomanto, Ronald Lavigne e Jonival Lucas Júnior, todos do PMDB da Bahia e colocados sob suspeita por ACM, Lourenço disse que, na política, assim como em qualquer outra atividade humana, a competição permanente gera vencedores e deixa no campo dos derrotados aqueles que não se atualizaram com os novos tempos. "Dentre estes, um que já vem sendo derrotado há tempos, é o atual senador Antonio Carlos Magalhães?, disse Lourenço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.