Deputado alega justa causa para desfiliação

O deputado estadual paranaense Francisco Noroeste Martins Guimarães, que trocou de partido após o período permitido pela Lei Eleitoral e corre risco de perder o mandato, apresentou recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) invocando justa causa. Ele argumenta que foi automaticamente filiado ao PR, depois da fusão entre o Prona e o PL, que lhe deu origem. De acordo com o recurso de Guimarães, a fusão, "configura, por si só, justa causa que permite a desfiliação partidária". O ministro Arnaldo Versiani é o relator do caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.