Deputado acusado de ser sanguessuga encerra greve de fome

O deputado João Correia (PMDB-AC) encerrou por volta das 18 horas a greve de fome que havia iniciado no final da tarde de segunda-feira, no plenário, para pressionar o Conselho de Ética da Casa a julgar o mais rápido possível o processo em que ele é acusado pela CPI Mista dos Sanguessugas de envolvimento com a chamada máfia das ambulâncias superfaturadas. O parlamentar concordou em encerrar a manifestação ao receber do presidente do Conselho, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), a promessa de que será julgado na próxima semana o processo, do qual consta pedido de cassação de seu mandato. O deputado afirma que não tem qualquer envolvimento com a máfia das ambulâncias.

Agencia Estado,

12 Dezembro 2006 | 18h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.