Deputada explica separação em Assembleia na BA

Foi com um discurso no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia que a deputada estadual Maria Luiza (PSC) decidiu revelar os motivos da separação do prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (PP), após 27 anos de casamento. De acordo com a ex-primeira-dama, ela decidiu terminar a relação, no mês passado, depois de descobrir que o prefeito mantinha um caso amoroso com a subsecretária de Saúde do município, Tatiana Paraíso.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

17 de novembro de 2011 | 16h07

"Tatiana é uma pessoa que conheço do nosso convívio e frequentava a nossa casa, era quem o medicava com frequência", contou. "Era casada na época e recentemente se separou para selar a união com João Henrique. Nada tenho contra ela, nada tenho contra ele, tenho sim dois filhos com ele - e desejo felicidades ao casal".

Desde que a separação foi anunciada, há um mês, houve muita especulação em torno do motivo. Segundo Maria Luiza, a decisão de usar um discurso na Assembleia para explicar as causas do rompimento foi tomada depois que boatos sobre um possível caso que ela estaria mantendo começaram a surgir - ela chegou a citar uma nota publicada pela revista Época sobre o tema. "Nunca tive e não tenho nenhum caso, eu entrei e saí dessa relação de forma honesta, correta, íntegra e transparente - e ele sabe disso", afirmou. O prefeito e a subsecretária não quiseram comentar o episódio.

Tudo o que sabemos sobre:
separaçãoex-primeira-damaSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.