Depressão na renda retarda crescimento, afirma Furlan

O ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, disse nesta segunda-feira que a recuperação da economia não ocorrerá na velocidade que desejam políticos e empresários que reclamam da política econômica. ?A recuperação do mercado interno não será muito rápida, porque houve uma grande depressão da renda nos últimos cinco ou seis anos?, disse Furlan.Ele considerou "natural" as críticas feitas ao trabalho do ministro da Fazenda, Antônio Palocci. ?É natural que haja uma certa impaciência, principalmente porque na virada do ano a maioria das pessoas olhava sempre com otimismo para o futuro?, disse. Furlan evitou entrar na polêmica criada pelo presidente do PL, Valdemar Costa Neto, que pediu a demissão de Palocci e do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. ?Eu estou fazendo esforço para cuidar daquilo que é minha especialidade e certamente tem gente fazendo esforço para cuidar de outras especialidades?, esquivou-se.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.