Depois do PMDB, PP discute reforma ministerial com Lula

Depois do PMDB, nesta terça-feira será a vez do PP discutir reforma ministerial com o presidente Luiz Inácio Lula Silva. O presidente do partido, deputado Nélio Dias (RN), e o líder da bancada da Câmara, deputado Mário Negromonte, vão se encontrar com Lula no Palácio do Planalto às 17h30. O líder adiantou que o PP não abre mão de comandar o Ministério das Cidades, hoje ocupado por Márcio Fortes, que foi indicação da legenda no primeiro mandato de Lula. O PT já disse que quer o ministério para a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT-SP). Negromonte afirmou que, se tirarem o Ministério das Cidades da sigla, o PP vai reivindicar o Ministério dos Transportes e o Ministério da Integração Nacional. "Nós vamos falar a verdade para o presidente. Vamos falar que queremos um espaço do tamanho do nosso partido. Qual o partido que não vai se sentir desprestigiado se perder o ministério que tem?", questionou. O PP elegeu 41 deputados em outubro do ano passado. PMDBNesta segunda-feira, o presidente do PMDB, Michel Temer, afirmou - segundo promessas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na reunião entre os dois - que o partido terá mais espaço no governo e que a reforma ministerial deve sair em 15 dias. O aumento de cotas do Ministério para o PMDB da Câmara seria para compensar a bancada, segundo o presidente do partido. Temer disse que Lula não falou quais seriam os ministérios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.