Depois da escolha de vice de Serra, PV reavalia apoio a tucano

Partido afirmou ter se sentido ‘alijado’ do processo de escolha de nome para compor chapa, que ficou com Alexandre Scnheider, indicado por Kassab

do estadão.com.br

03 de julho de 2012 | 10h44

Dirigentes do PV reúnem-se na noite desta terça-feira, 3, para reavaliar se mantém apoio à candidatura de José Serra (PSDB) na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Em nota, o partido afirmou que se sentiu "alijado do processo de escolha da vaga de vice" da chapa tucana.

 

O PV apostava na indicação de Eduardo Jorge, ex-secretário municipal do do Meio Ambiente, que deixou o cargo no último dia 1º de junho. O nome perdeu força, porém, desde que seu nome apareceu em escândalo sobre liberação de imóveis na cidade.

 

Depois de negociações internas e enfrentar resistências do próprio partido, Serra escolheu Alexandre Schneider (PSD) para a vaga. O ex-secretário municipal de Educação foi indicação do prefeito Gilberto Kassab (PSD). Ainda segundo a nota, para interlocutores do PV a escolha foi feita a "portas fechadas" e desconsiderou acordos feitos nos últimos meses.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012José SerraPV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.