Depoimento de Quércia na PF é adiado para amanhã

O depoimento que o ex-governador de São Paulo Orestes Quércia (PMDB) deveria prestar hoje à tarde na Delegacia de Ordem Política e Social (Delops) da Polícia Federal, em São Paulo, foi adiado para às 9 horas desta terça-feira, informou o porta-voz da Policia Federal Gilberto Tadeu Vieira Cesar.O pedido de adiamento foi encaminhado pelo advogado de Quércia, Mario Arjona que alegou "compromissos" do ex-governador na tarde de hoje. Quércia foi intimado para depor no mesmo inquérito em que está indiciado o ex-prefeito Paulo Maluf (PPB), que apura suposto esquema envolvendo um grupo de empresas que teria feito doações para campanhas eleitorais em São Paulo.Maluf já foi indiciado pois supostamente não teria declarado estas doações à Justiça Eleitoral. Quércia vai depor na condição de testemunha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.