Denúncias não merecem 'credibilidade', diz ministro

Um dos interlocutores mais próximos da presidente Dilma Rousseff, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, afirmou nesta segunda-feira (17) que não merecem "credibilidade" as denúncias feitas contra a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, pelo ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) Paulo Vieira. Vieira é apontado como chefe de quadrilha que corrompia servidores de órgãos federais para compra de pareceres técnicos.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

17 de dezembro de 2012 | 17h09

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo publicada nesta segunda, Paulo Vieira acusa o Ministério Público Federal e a Polícia Federal de "blindarem a ministra Izabella Teixeira", do Meio Ambiente. Ele afirma que a ministra fez "pressão" para que fosse aprovado projeto de interesse do ex-senador Gilberto Miranda, denunciado por corrupção ativa.

"Não dá para dar credibilidade a essas denúncias (feitas por Vieira). De fato, não dá. O que dá (para dar credibilidade) está nos autos da PF, que age com a autonomia de sempre", disse Gilberto Carvalho a jornalistas, antes de evento no Itamaraty de entrega do Prêmio Direitos Humanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.