Denúncias de Silvio Pereira não devem ser apuradas pelo Congresso, diz Renan

O presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) disse que deve ser investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal (PF), e não pelo Legislativo, a denúncia do ex-secretário do PT Sílvio Pereira, o Silvinho, de que o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, apontado como principal operador do chamado esquema do mensalão, tinha planos de faturar R$ 1 bilhão durante o governo Lula. "Se houver fatos novos, eles serão mandados para o Poder competente", afirmou Calheiros. "Esse fato (o valerioduto) já foi muito investigado. Sempre ajudei nas investigações das CPIs. Há um depoimento marcado, vamos ver o que será dito", acrescentou o senador, referindo-se à convocação de Sílvio Pereira para prestar depoimento à CPI dos Bingos, no Senado, na próxima quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.