Denúncias contra Lula são 'lamentáveis', diz Dilma

Ex-presidente foi alvo de novas acusações feitas pelo empresário Marcos Valério ao Ministério Público

Fernando Nakagawa, enviado especial da Agência Estado

11 de dezembro de 2012 | 17h17

PARIS - A presidente Dilma Rousseff (PT) repudiou e disse ser "lamentável" o conteúdo do depoimento prestado pelo empresário Marcos Valério, publicado nesta terça-feira, 11, pelo jornal O Estado de S.Paulo, que liga diretamente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao caso do mensalão. "Essa é uma questão que devo responder no Brasil, mas não quero deixar de assinalar que considero lamentáveis as tentativas de desgastar a imagem do presidente Lula", disse em conversar com jornalistas após encontro com o presidente francês, François Hollande, no Palácio Eliseu, na capital francesa.

"É sabida minha admiração, o meu respeito e a minha amizade com o presidente Lula. Portanto, repudio todas as tentativas, e essa não seria a primeira vez, de destituí-lo da sua imensa carga de respeito que o povo brasileiro lhe tem", disse Dilma. "Respeito (Lula) porque o presidente Lula foi um presidente que desenvolveu o País e foi responsável pela distribuição de renda e também pelo que fez internacionalmente, a amizade com a África, o olhar com a América Latina e o estabelecimento de relações iguais entre os países", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.