Denúncias contra deputados devem resultar em cassação, diz Goldman

O deputado Alberto Goldman, vice-líder do PSDB na Câmara Federal, afirmou nesta segunda-feira, em São Paulo, que as denúncias de que deputados baianos teriam sido subornados para deixar o PFL e ingressar no PMDB "são consistentes, foram apresentadas com base em provas concretas" e devem resultar na cassação dos deputados envolvidos, se forem confirmadas depois de investigadas. Como os outros deputados e ministros tucanos reunidos em São Paulo para o lançamento do Calendário 2001 do diretório municipal do partido, Goldman ressalvou, no entanto, que é "totalmente contra" o adiamento das eleições para a presidência da Câmara, que deve ocorrer na próxima quarta-feira. O ministro do Trabalho, Walter Barelli, afirmou a mesma coisa. "Uma eleição para a mesa da Câmara não pode se transformar no desaguadouro de todas as questões nacionais", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.