Denúncia é ''bobagem'', diz presidente de TJ

"É uma grande bobagem que vai terminar em arquivamento", disse o novo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Mariano Travassos, que tomou posse no sábado à noite, sobre processo administrativo que corre contra ele no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Travassos, dois desembargadores e sete juízes são suspeitos de pagamentos irregulares a magistrados e operação indevida de socorro financeiro a maçonaria. As informações são do Consultor Jurídico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.