Dengue tipo 3 faz casos hemorrágicos aumentarem

Internada desde a tarde de sábado, a cantora Zélia Duncan é maisuma vítima da dengue no Estado. A assessoria de imprensa da Clínica São Vicente, na Gávea, onde a cantora está internada, informou que ela contraiu o tipo clássico da doença e deverá ficar hospitalizada pelo menos até amanhã.O superintendente estadual da Saúde, Oscar Berro, também diretor de Patologia do Instituto Noel Nutels, laboratório de referência doEstado, informou que recebeu este domingo mais de 2,5 mil amostras para exame. No mesmo período do ano passado, esse número não passava de 200 amostras/dia.De acordo com o último balanço divulgado pela secretaria, foramnotificados no Estado 25.535 casos de dengue e 11 mortes. No entanto, 16 mortes suspeitas ainda estão sendo investigadas.?Estamos vivendo uma epidemia de dengue do tipo 3. As pessoas estão sensíveis ao novo vírus, que entrou no País no meio do ano passado. Por isso há muitos casos do tipo hemorrágico?, disse Berro. Ele admitiu que há o risco de a atual epidemia superar as duas maiores já registradas no Estado, em 1986/1987 e 1991.Berro alertou para a necessidade de notificação rápida dos casossuspeitos da doença, para a qual não há vacina. ?É fundamental que as áreas públicas e privadas informem o mais rápido possível.? Nasexta-feira, foi confirmado por exame sorológico que o ator HeitorMartinez e sua mulher, a atriz Ana Markum, moradores do JardimBotânico, estavam com dengue.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.