Dengue hemorrágica faz 2ª vítima no Rio em 2003

A dengue hemorrágica fez a segunda vítima no Estado do Rio neste ano. O aposentado Amaro Gomes do Espírito Santo, de 54 anos, morador de Campos, no Norte Fluminense, morreu nesta terça-feira, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital dos Plantadores de Cana.A outra morte também havia sido registrada em Campos, o que levou a Secretaria Estadual de Saúde a intensificar a prevenção à dengue na cidade e em outros municípios do interior.A primeira vítima da dengue hemorrágica registrada foi Irene Tavares, de 84 anos, que morreu nesta segunda-feira, provavelmente vítima do vírus tipo 3 (a confirmação ainda são foi divulgada). Foi este vírus que, no ano passado, provocou a pior epidemia de dengue que o Rio já viveu: 91 pessoas morreram, 63 só na capital.Irene morava em Conceição de Macabu, também no norte fluminense. Ela havia sido levada para se tratar em Campos. Seis pessoas desenvolveram a forma hemorrágica da doença na região, quatro em Campos e duas em Conceição de Macabu. Somente em janeiro, Campos teve 67 casos de dengue.As autoridades de saúde de Campos enviaram exames das pessoas que morreram para a Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), para que sejam detectados os tipos de vírus da dengue. A Secretaria Estadual de Saúde está monitorando os casos em Campos e em outros seis municípios das regiões norte, sul e do médio Paraíba, onde também houve muitos casos neste ano.Em todo o território fluminense, foram 1.198 registros em 2003 ? bem abaixo do registrado no ano passado, na mesma época, auge da pior epidemia da história: 45.165 casos. No ano inteiro de 2002, 255.493 pessoas tiveram a doença, das quais 1.895 contraíram a forma hemorrágica.A subsecretária estadual de Saúde, Alcione Athayde, disse nesta terça-feira que não acredita que haja outra grande epidemia em 2003, apenas surtos isolados. No entanto, a ocorrência de enchentes e as altas temperaturas registradas no Estado são fatores que propiciam a infestação de mosquitos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.