Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Demóstenes tem 'missão impossível', diz líder do PSDB

O líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), classificou de "missão impossível" a tentativa do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) de se livrar da cassação de mandato, tanto no Conselho de Ética quanto no plenário da Casa. Acusado de integrar o esquema do contraventor Carlinhos Cachoeira, Demóstenes apresenta nesta terça-feira sua defesa no processo disciplinar a que responde no conselho.

RICARDO BRITO, Agência Estado

29 de maio de 2012 | 10h09

"É uma missão impossível. Os fatos falam mais alto do que qualquer discurso que ele possa pronunciar no Conselho de Ética. Não creio que ele consiga apresentar algum dado novo que reverta essa expectativa de perda de mandato", disse o tucano.

Para Alvaro Dias, a tendência de cassação de mandato deve ser confirmada também no plenário, onde o voto dos senadores é secreto. "Eu creio que, mesmo com o voto secreto, em que pese que tenhamos trabalhado pelo voto aberto, prevalecerá a defesa da instituição", disse.

Demóstenes ainda não chegou à sala da comissão. Ele deve fazer uma defesa técnica nesta terça-feira pela manhã, alegando que não mentiu aos pares quando, em março, fez um discurso no qual minimizou sua relação com Cachoeira. Ele deve também realçar sua biografia e a sua contribuição em discussões dentro do parlamento.

Tudo o que sabemos sobre:
Conselho de ÉticaSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.