Demóstenes se despede de funcionários: 'a luta continua'

Relator do caso no CE, Humberto Costa, se manifestou e afirmou que tinha expectativa de a votação ser mais apertada

Eduardo Bresciani e Ricardo Brito

11 de julho de 2012 | 14h47

Já na condição de ex-senador Demóstenes Torres (ex-DEM/sem partido-GO) despediu-se no início da tarde desta quarta-feira, 11, da sua equipe de funcionários da Casa, momentos depois de ter sido cassado pelo plenário do Senado por usar o mandato para defender os interesses do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Demóstenes chamou cerca de 20 funcionários do gabinete de Brasília e do escritório de apoio de Goiânia, que vieram à capital acompanhar a sessão de votação, para conversar na sua sala. Segundo uma das presentes, ele mais ouviu do que falou. Os auxiliares se emocionaram na presença dele, embora Demóstenes não tenha chorado. "Bola para frente, a luta continua", despediu-se o ex-senador, saindo de carro pela garagem privativa dos parlamentares.

Relator do processo de cassação de Demóstenes Torres, o senador Humberto Costa (PT-PE) esperava uma votação mais apertada. "Esperava uma votação menor. Não é uma decisão fácil cassar um colega. Não há uma sensação de prazer. Estou triste, mas com a consciência tranquila", disse o senador. Demóstenes foi cassado nesta quarta-feira com 56 votos a favor, 19 contra e 5 abstenções.

O presidente do PSOL, deputado Ivan Valente, autor da representação que levou à perda de mandato de Demóstenes, disse que o caso tem uma simbologia maior pela trajetória do agora ex-senador. "Ele se mostrava como defensor da ética, mas estava ao lado de uma organização criminosa." Para ele, o Congresso precisa mudar a forma de financiamento de campanhas acabando com as contribuições privadas.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI do Cachoeira, Demóstenes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.