Demóstenes: CPI dos cartões no Senado pode ser 'limpa'

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) afirmou hoje que a iniciativa do governo de patrocinar uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar apenas no Senado os gastos irregulares de funcionários públicos com cartões corporativos da administração federal pode ter um efeito contrário ao desejado pelo Poder Executivo. Uma CPI só no Senado "pode resultar em uma investigação limpa, ao contrário do que deseja o governo", disse. "O governo está todo enrolado com os cartões e se esqueceu de que seus aliados no Senado não serão suficientes para obstruir tanto a CPI das ONGs (organizações não-governamentais) como a nova, dos cartões", previu. Torres acrescentou que, por via das dúvidas, a oposição passará a trabalhar na segunda-feira para conseguir outras 27 assinaturas, "idôneas, que não possam ser retiradas no caso de o governo mudar de opinião".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.