Demitidos defensores não-concursados

Depois de quase dois anos de resistência, o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), demitiu na sexta-feira 20 defensores públicos que não passaram por concurso. Em abril de 2006, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou a inconstitucionalidade de parte de uma lei capixaba que permitia contratar defensores após a instalação da Assembléia Nacional Constituinte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.