DEM vai entrar com ação contra Lula no TSE

Para partido, presidente antecipa a campanha eleitoral com medidas como os benefícios fiscais

Luciana Nunes Leal, de O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2009 | 13h12

O presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ) anunciou nesta quinta-feira, 12,  que o partido vai formalizar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma ação contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva , por entender que ele antecipa a campanha eleitoral com medidas como os benefícios fiscais, anunciados durante encontro com mais de 4 mil prefeitos, organizado pelo Governo Federal, na última terça-feira.   Veja também:  Galeria: veja fotos do Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas Medidas de Lula para repactuar dívidas de prefeituras   A ação será protocolada na segunda ou terça-feira e o texto final está a cargo do deputado Roberto Magalhães (PE). "O abuso desta semana ultrapassou todos os limites. O governo vem usando a máquina pública em campanha e o presidente Lula já mostrou que não tem apreço pelas leis. O governo está de forma clara tentando tornar a ministra Dilma Rousseff conhecida, justamente num momento de crise, em que as pessoas estão perdendo seus empregos", afirmou Maia. Segundo o deputado, o DEM pedirá à Justiça Eleitoral que deixe claro quais são os limites dos governantes no período pré-eleitoral.

Tudo o que sabemos sobre:
DEMLulaTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.