DEM tentam consenso sobre futuro de Arruda no partido

Os senadores do DEM se reúnem no gabinete do líder José Agripino Maia (RN) para tentar definir uma posição consensual da bancada em relação às denúncias de envolvimento o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), em um esquema de corrupção.

MARCELO DE MORAES, Agencia Estado

01 de dezembro de 2009 | 13h24

O objetivo dos senadores é tirar uma posição para apresentar na reunião que a Comissão Executiva Nacional do DEM marcou para as 17h, em Brasília. Nessa reunião, a comissão deverá tomar uma decisão sobre o futuro do governador no partido.

Arruda, único governador eleito pelo DEM em 2006, foi alvo da Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal na última sexta-feira. Imagens em poder da PF mostram indícios de um esquema de pagamento a políticos, empresários e aliados do governador, proveniente de propina vinda de empreiteiras e prestadoras de serviço.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoDFJosé Roberto ArrudaDEM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.