DEM saiu menos enfraquecido que em 2006, avalia membro da ONG Voto Consciente

'Este ano há um alento porque eles conquistaram dois estados: Santa Catarina e Rio Grande do Norte', afirmou Humberto Dantas

Yolanda Foderlone, de O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2010 | 19h26

SÃO PAULO - O Partido Democrata sai menos enfraquecido dessa eleição do que em 2006 na opinião do membro da ONG Voto Consciente, Humberto Dantas. "Em 2006, o partido perdeu o Distrito Federal. Este ano há um alento porque eles conquistaram dois estados: Santa Catarina e Rio Grande do Norte. Não são estados significativos, mas são bons estados que conquista pra si", disse em entrevista aos jornalistas Felipe Machado e Roberto Godoy, na TV Estadão.

 

"O PSB cresce nesta eleição. Ganhou espaço na Câmara com mais deputados federais e conquistou estados muitos importantes no Nordeste, com nomes como Eduardo Campos e Cid Gomes", disse, ao se referir aos eleitos em Pernambuco e Ceará.

 

Sobre a possibilidade da reforma política, que o presidente do diretório de São Paulo do PT, Edinho Silva, deve sair num possível governo Dilma, Dantas acredita que a discussão é muito mais profunda.

 

"Devemos discutir também o que não faz parte da reforma, mas que é tão bom quanto a reforma. Há duas questões: a estabilidade jurídica, para que não haja mudança na regra do jogo para o eleitor em toda eleição, e educar politicamente as pessoas, levando uma disciplina para dentro das escolas", defende.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.