DEM quer 'lavar honra' em chapa de Serra, diz Jefferson

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, chamou hoje o DEM de "oportunista". Segundo ele, a insistência do DEM em indicar o vice na chapa do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, se deve à tentativa de "lavar a honra" atingida pela renúncia de seu único governador, José Roberto Arruda, por conta dos escândalos de corrupção no Distrito Federal. "Querem lavar a cara no prestígio do Serra", criticou. "Cada um deve carregar a sua cruz."

ROSA COSTA, Agência Estado

30 de junho de 2010 | 20h37

Jefferson afirmou que a sua divergência com relação à escolha do vice não altera a decisão de seu partido de apoiar o candidato tucano. Ele acredita que o procedimento teria sido outro se o PSDB não tivesse arrastado tanto a expectativa de ter como vice o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.