DEM lamenta bate-boca, mas manifesta apoio a Mendes

Em nota, o presidente da legenda, deputado Rodrigo Maia (RJ), rasgou elogios à atuação de Mendes

GUSTAVO URIBE, Agencia Estado

24 de abril de 2009 | 20h37

A Executiva Nacional do DEM manifestou hoje apoio ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mandes, no episódio do bate-boca ocorrido na quarta-feira com o ministro Joaquim Barbosa, no plenário da Corte. Em nota divulgada à imprensa, o presidente da legenda, deputado Rodrigo Maia (RJ), lamentou o incidente e rasgou elogios ao período de atuação de Mendes na presidência do STF, que completou um ano ontem.

 

Veja também:

linkAção contra ministro do STF por usar ‘capanga’ divide juristas

linkNos bastidores, Mendes é criticado no STF e no CNJ

 linkPosições provocam isolamento de Barbosa no STF

video Íntegra da discussão e vídeo do bate-boca

linkMinistros do STF dão apoio a Gilmar Mendes após discussão

 

"O ministro jamais deixou de iluminar e enriquecer o debate nacional com suas qualidades de pensador e estudioso da ciência jurídica", afirma o partido, no comunicado. "De forma competente e objetiva, o presidente do STF dedica-se à atualização e à modernização da democracia brasileira, tarefa de grande dificuldade, que exige enorme esforço."

 

Maia avaliou o confronto entre os ministros como "parte da democracia", mas reconheceu que houve certo destempero nos ataques proferidos no plenário. "A crítica faz parte da democracia que soubemos construir, mas pontos de vista divergentes devem ser expostos em clima de respeito e moderação."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.