DEM Jovem deve apresentar pedido de expulsão de Demóstenes

Presidente do partido, José Agripino disse que relações do senador com Cachoeira ferem a ética da legenda

João Domingos, O Estado de S. Paulo

03 de abril de 2012 | 11h01

BRASÍLIA - O presidente do DEM Jovem, Henrique Sartori, deve apresentar ainda nesta terça-feira, 3, um pedido de abertura de processo de expulsão do senador Demóstenes Torres (GO). Ou seja, o pedido de expulsão - que já havia sido decidido pela legenda - será realizado por meio da figura do DEM Jovem.

Na noite da última segunda-feira, Demóstenes foi comunicado que haveria um processo de expulsão dentro do partido, por meio de um ofício assinado pelo presidente do DEM, senador José Agripino (RN). O argumentos citados destacavam que houve desvio reiterado do programa partidário, principalmente quanto à ética e à estreita relação de Demóstenes com Carlinhos Cachoeira. Agripino mencionou ainda que não aceita tais condutas e avisa, então, que se tornou inevitável a instauração de processo ético e disciplinar para promover a aplicação da sanção prevista no estatuto, que é a expulsão do partido.

Apesar dos termos fortes do comunicado, Agripino disse nesta manhã que ainda não foi decidido se o partido pedirá o mandato de Demóstenes, tanto no caso de expulsão como no caso de o senador se desfiliar. "O que ele fez foi afrontar a ética. Não vimos, ainda, casos que ofendam a fidelidade partidária", afirmou o presidente do DEM.

Tudo o que sabemos sobre:
DemóstenesDEMexpulsãoCachoeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.