DEM do Pará lança ex-governadora ao Senado

O DEM não terá candidato ao governo do Estado do Pará, mas já decidiu que Valéria Pires Franco, ex-vice-governadora em aliança com os tucanos em 2002, vai concorrer a uma vaga no Senado durante a eleição de outubro. Hoje, os democratas paraenses fizeram sua convenção estadual.

CARLOS MENDES, Agência Estado

28 de junho de 2010 | 19h33

Os integrantes da executiva do partido também decidiram que o marido de Valéria e presidente do DEM no Pará, o deputado federal Vic Pires Franco, tem autonomia para negociar coligação com qualquer partido que der apoio para Valeria.

Vic Pires vinha tentando negociar uma coligação com o PSDB, aliado tradicional do DEM, mas sentiu que os tucanos paraenses estão muito divididos e não querem Valéria em uma chapa ao Senado. Se isso acontecesse, quem teria de abrir mão da vaga, como quer o DEM, seria o atual senador Flexa Ribeiro, que decidiu disputar a reeleição.

A maior resistência à coligação partiu do próprio senador. "Não vou abrir mão de um direito legítimo. Abrir mão, nem pensar", disse Ribeiro. O candidato ao governo dos tucanos, o ex-governador Simão Jatene, deixou em aberto, até dia 30, a possibilidade de uma negociação com o DEM. Nesse caso, a vaga de vice seria oferecida aos democratas.

"Podemos fechar com o PT", ameaça Vic Pires, que rejeita ver sua mulher novamente como vice em uma chapa com o PSDB. O problema é que o PT reluta em fechar uma aliança com o DEM e colocar sob risco a candidatura do deputado Paulo Rocha ao Senado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.